Terça-feira, 7 de Julho de 2009

Sanfona (é o dicionário que o diz)

sanfona [o]

nome feminino


1. MÚSICA instrumento muito antigo, de cordas de tripa, que se tange por meio de uma manivela e que é também denominado sanfonha


2. utensílio de ferreiro também chamado rabeca


3. figurado instrumento mal tocado


4. figurado palavreado; repetição de argumentos


(Do gr. symphonía, «concerto de vozes», pelo lat. symphonìa-, «id.»)
 

publicado por pevide às 12:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Qual Clearasil, qual Valdispert! Qual quê...

Diz a Infopédia

 

dissertar

 

verbo intransitivo

1. fazer dissertação

2. apresentar oralmente ou por escrito um trabalho

3. discursar sobre determinado assunto

(Do lat. dissertáre, «discutir»)

 

Digo eu
 
dissertar
 
verbo que nunca mais transita
1. partir pedra e aumentar a miopia
2. andar com os nervos à flor da pele
3. rebentar o queixo com borbulhas
(Do vernáculo &%&$#$&, «enlouquecer»)
publicado por pevide às 11:08
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Abril de 2008

Vai ser uma língua-de-trapos

substantivo 2 géneros

1. pessoa maldizente

2. trapalhão

substantivo feminino

língua de quem fala incorrectamente o idioma

e... Este Senhor é que sabe! Ponto Final.

sinto-me:
publicado por pevide às 09:51
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 8 de Abril de 2008

Sempre achei piada à palavra "tétrico"

E escangalho-me a rir com isto:

"Abertura de concurso externo de ingresso para um lugar de coveiro."

sinto-me:
publicado por pevide às 10:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Palavra do dia: macramé

Macramé

substantivo masculino

obra têxtil feita à mão com cordão entrelaçado e nós, formando desenhos variados

(Do fr. macramé, «id.»)

Pode não fazer sentido, mas... apetece-me dizer "Vai fazer macramé!", como uma espécie de "sinónimo frásico" de "Vai à merda!"

Soa-me...

sinto-me:
publicado por pevide às 10:26
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Ai........ dói!

Ontem fui pagar as propinas relativas ao meu segundo ano de mestrado. Aqui a je não quis esperar por Bolonha… (o meu curso não ata nem desata: quem já acabou a licenciatura, pelos vistos, não pode, AINDA, fazer o mestrado por Bolonha)
Vai daí que as propinas são… UM ROUBO! Vá… oferecem 10% de desconto a quem pagar tudo de uma assentada. Foi o que fiz. Diz a senhora dos serviços de Pós-Graduação:
“Agora veja lá se não desiste a meio” (ri)
“Ai sim… se pagasse às prestações e desistisse a meio não tinha de pagar o resto?” (pronto! Eu sei que é um comentário “duh”, mas acordei às 6h da matina… o meu cérebro não dava para mais)
“Exacto”
“Ora bem… deviam era fazer um desconto a quem termina mais cedo”
“Mas está a pensar entregar quando?”
“Olhe, tenho quase tudo pronto. Não me parece que vá esperar até Janeiro de 2009. Não acha que deviam dar esse incentivo? Aposto que era tudo a acabar as teses mais cedo!”
“Lá isso é verdade… andam aí pessoas a arrastar-se anos a fio. É uma questão de se falar com o reitor…”
 
(Reitor, amigo… és um fixe!!! Tirei um foto contigo no Santoínho, lembras-te? Todo contente de uísque na mão! Vá lá… não te custava nada dares um incentivo ao pessoal! Vá… eu ofereço-te um uísque este ano, sim?)
 
Nota: eu sei que é mais bonito escrever whisky, mas uísque é mais português (bate mais!) e vem no dicionário e tudo (pelo menos em www.infopedia.pt )
sinto-me: assim para o reivindicativa
publicado por pevide às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008

Coerências Lexicais

Ontem, muitos dos populares da Ota sentiram-se uns otários.

Por outro lado, há uns tempos atrás, os habitantes da Margem Sul sentiram-se uns camelos.

Ora... o nosso governo nunca foi tão justo nem tão coerente. Tanto a norte como a sul do Tejo, os portugueses são todos tratados como estúpidos.

otário: popular indivíduo fácil de enganar; lorpa

camelo: popular, homem estúpido, rude

("patrocínio" www.infopedia.pt )

sinto-me: "camelária"
publicado por pevide às 09:25
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

Sobre a Lei n.º 37/2007 de 14 de Agosto

E pronto... agora que já deixei claro no título deste post que sou uma Pevide legalmente culta (cof cof) quero manifestar a minha euforia com a nova e fresquinha Lei do Tabaco (os fumadores que me perdoem).

Finalmente vou poder ir abanar o capacete (ou como diria a minha bisavó, "sacudir a pulga") à disconáite sem vir para casa com a roupa interior a cheirar a tabaco!!! (E não, não me passeio em roupa interior na disconáite )

A Lei só tem dois "senãos":

  • do ponto de vista ambiental, cheira-me que vão proliferar as beatas e os filtros no chão;
  • do ponto de vista pessoal, não vou poder apanhar a moca com as ganzas dos outros em locais públicos (aqui a Pevide não sabe travar, e o único berlaite que fumou... não bateu! Pá... questões terminológicas: travar não quer dizer "bloquear", "parar"?!) Mas pensando bem... não é costume o pessoal fumar uma berlaitada em espaços públicos (safa!)
sinto-me: to smoke or not to smoke
publicado por pevide às 14:59
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

Dicionário s.f.f.

Há coisas que se dizem que me deixam a pensar... a pensar...

E concluo que devo ter poucos neurónios porque, de facto, continuo a pensar... a pensar...

O que raio se quer dizer quando, na despedida, "patati... patata... então, boa continuação"?

É suposto continuar-se com alguma coisa? Essa coisa é contínua? Avizinham-se novos episódios? Alguma coisa ficou interrompida?

?!

E "adeusinho", não?

sinto-me:
publicado por pevide às 16:06
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

Era uma vez uma semente de Abóbora...

Substantivo feminino (aqui a Pevide é Gaja!)
1. BOTÂNICA semente de alguns frutos carnudos polispémicos, especialmente dos pepónios
2. proglótis das ténias (acho que não quero saber o que quer dizer proglótis...)
3. película que aparece na língua de algumas aves e que as impede de beber (tadinhas...)
4. massa de farinha utilizada geralmente em sopa, com a forma de semente do pepino
5. morrão da torcida ou do pavio
6. PATOLOGIA distúrbio da fala em que é difícil ou impossível a pronúncia dos rr (tipo a Judite de Sousa?!)
e…
 
Coloquial não ter pevide na língua…
 
(abençoada www.infopedia.pt)
sinto-me:
publicado por pevide às 12:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.reciclar é sempre fashion!

Spread the Recycling Message

.Setembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Sanfona (é o dicionário q...

. Qual Clearasil, qual Vald...

. Vai ser uma língua-de-tra...

. Sempre achei piada à pala...

. Palavra do dia: macramé

. Ai........ dói!

. Coerências Lexicais

. Sobre a Lei n.º 37/2007 d...

. Dicionário s.f.f.

. Era uma vez uma semente d...


adopt your own virtual pet!

.links

.armazém de pevides

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds